Olá leitores, tudo bem com vocês?

Semana passada li "A Jogada Perfeita" da Evilane Oliveira! Foi uma leitura rápida, em apenas um dia terminei o livro e me surpreendi bastante. Iniciei a leitura achando que encontraria um New Adult bem batido, mas acabei achando um romance maravilhoso, com traumas e nuances particulares!

A Jogada Perfeita
Autora: Evilane Oliveira
Páginas: 408
Nota: 💙💙💙💙💙

"Ele me deixa ir. Eu sou seu passado. A pessoa que ele não quer. Somente"




SINOPSE: Kayla Lawson sempre sonhou em ser enfermeira. Com uma mãe depressiva e sem saber onde anda o pai homossexual que a abandonou ao lado da mulher que sequer sabe que ela existe, o trabalho é sua fuga da triste realidade que vive. Em uma das vezes que Emma, sua melhor amiga, insistiu que saíssem, Kay vai parar em um estádio de futebol imenso e é nesse dia que ele conhece o tão falado quarterback, lindo e quente como o inferno, Dominick Reilow. 
Numa noite fria e sem movimento no hospital onde trabalha, ela o reencontra. Nada a preparou para ver o cara gigante tanto no campo quanto de corpo, paraplégico. Kayla se doa para Dom. Ela cuida e protege, mas isso que era para ser apenas seu trabalho aos poucos se torna algo maior.
Lentamente eles se entenderam e uma verdadeira amizade crescerá entre eles. Dominick confia em Kayla como nunca confiou em alguém, mas ela quer mais que apenas confiança. 
Ela quer seu coração.


Kayla Lawson é uma ruiva enfermeira que sempre levou sua vida na calma e mesmice. Ela nunca namorou, é virgem e carrega um trauma familiar. Seu pai abandonou ela e sua mãe quando ela tinha apenas 5 anos e desde então, sua vida  não foi a mesma. Sua mãe entrou em uma pequena depressão e mal cuidava da menina, que sempre teve que se virar sozinha.

Quando era uma adolescente encontrou um menino sozinho na rua e em um ato de grande afeto levou-o para a sua casa, adotando-o como irmão. Esse menino chamava-se Damien e eles viraram melhores amigos. O Damien é o melhor irmão de coração gay que ela poderia ter. Kayla também tem duas melhores amigas, a louca e piriguete Emma, e a Nanda.  
A Emma é uma apaixonada por futebol americano, pegou basicamente o time inteiro e seu atual rolo é o Hayden. Ela vive tentando arrumar um namorado para Kayla, que é categórica em afirmar que não quer ninguém no momento.

"Não sei qual o problema que Emma tem com minha vagina lacrada. Por favor, ela é minha, não dela" 

Até que, em um determinado jogo, o mundo de Kayla dar uma bela reviravolta, seu destino acabe-se cruzando com o de Dominick Reilow, o melhor quarterback do time e um galinha de primeira mão. Dom fica encantado com Kay e apelida como quase todos os homens: Ruiva!

O tempo passa e eles não encontram-se mais... Mas o destino é categórico, Dom sofre um acidente de carro e é levado às pressas para o hospital em que Kayla trabalha. Ela terá que lidar com o sentimento de ver Dom ali, impune e lutando contra a vida. 
Dom consegue sair vivo do acidente, porém acaba com uma grande sequela, fica paraplégico. Para ele, sua vida acaba naquele momento.

Dom não aceita o que lhe ocorreu, não consegue acreditar que não poderá fazer o que mais ama: jogar. Kay passa a cuidar dele no hospital, sendo a responsável por lhe dar os remédios e tirar a sua bolsa coletora de líquidos. Dom, depois que soube das suas sequelas não queria comunicar-se com ninguém. Recusava-se falar com a sua mãe, com a sua nanã e com sua irmã, Kath. Nem mesmo seus melhores amigos, Hayden e Caleb, foram capazes de tirá-lo desse estado.

No entanto, aos poucos ele vai criando um laço forte com Kay. O jeito simpático e único dela acaba-o conquistando. Eles vão descobrindo naquele local, algo que jamais imaginaram sentir, o amor. Kay não acredita que está apaixonada logo por ele e Dom quer negar isto, para ele esse sentimento nunca foi verdadeiro.

"Depois de uma semana recebendo nada, hoje eu recebi tudo e esse é o melhor prêmio que eu já recebi na minha vida"

As barreiras do Dom vão sendo quebradas pela Kayla, mas ele teima em se sentir um imprestável, um peso na vida de todos. Ele nega o seu sentimento o máximo que pode, mas quando se ver prestes a ter alta, ver que precisa dela perto dele. Kayla acaba sendo demitida depois que a mãe de Dom reclama dela com a gerência do hospital. Nisto, Dom convence sua avó a chamar a Kay para ser sua cuidadora, pois ele não voltaria para a casa dos pais, não aceitava o que sua mãe fez.

Fora do hospital, Dom abre seu coração por inteiro e passa a deixar Kay fazer parte da sua vida. Derek, um grande amigo da sua adolescência volta para ficar ao lado dele e traz consigo uma grande novidade, uma fisioterapeuta que pode fazer andá-lo novamente.
Dom terá que aprender a lidar com a sua nova vida, com as suas dificuldades e limitações. Aceitar que não é um peso vai ser difícil e durante toda a jornada ele não vai se achar suficiente para a Kay.
Enquanto isso, Kay terá que lidar com a aspereza de Dom, com os problemas da sua família e com segredos do passado que retornarão.

Será Dom capaz de ter uma vida normal? Ele terá chances reais de andar? Como Kayla sairá dos seus problemas? O amor será suficiente para esse casal?

"Eu não tenho ciúmes. Nunca tive, mas como dizem por aí para tudo tem uma primiera vez. Eu estou fodido"

     

Mesclando capítulos narrados por Kayla e Dom, o livro nos permite sentir cada dor e sentimento dos personagens. A Kayla é uma personagem que dar muita raiva no começo do livro, ela é linda, mas não consegue se enxergar desta forma, se considera horrorosa. Os seus traumas e o grande vazio que carrega no seu peito são uma das causas dessa atitude, e quando o leitor compreende por tudo que ela passou, começa a admirá-la. 

O Dom, por sua vez, é o típico badboy que mexe com os sentimentos das leitoras. Que homem  ̶g̶o̶s̶t̶o̶s̶o̶  Brasil!!! Ele nunca sentiu algo por uma mulher, a cada dia tinha uma diferente na sua cama e considerava-as apenas com um mero objeto, porém tudo isso vem abaixo por causa da Kay!

"Vou embrulhar meu coração com cimento se for preciso, mas não vou deixar Dominick me ferir. Mesmo que seja sem querer"

O livro nos possibilita uma bela reflexão quanto aos paraplégicos. Sentimos na pele as dificuldades de uma pessoa adaptar-se as suas novas limitações. Sofremos junto com o Dom e isso é o diferencial do livro, a quantidade de sentimentos que a autora nos desperta.

A história da Kay é outro ponto altamente tocante. Seu pai a abandonou para ser feliz com outro homem, mas as consequências desse ato na vida da sua mãe foram gigantescas. Ela culpava Kay pelo abandono, colocando na menina uma culpa que não lhe pertencia. Sua mãe foi criando uma doença, deixando de viver para apenas vegetar. 

A relação dos dois é permeada pelo carinho, cuidado e proteção. Ambos querem o bem do outro, o Dom percebe na Kay uma menina que precisa ser cuidada, amada. Já a Kay ver no Dom, um homem forte, teimoso demais, mas com um grande coração.

As cenas do Damien são extremamentes hilárias, preciso de um amigo gay desses na minha vida hahaha Outra pessoa que é pura alegria é a Emma. Ela é louca, divertida e está descobrindo seus próprios sentimentos. A Kath é uma personagem que merecia seu próprio livro, pois, no passado, possuiu um relacionamento conturbado com o melhor amigo do irmão, Derek. Kath é outra personagem que está se redescobrindo. 

"Kayla é uma droga que estou ficando viciado, eu sei"


"A Jogada Perfeita" é um livro que passa longe de ser batido. O New Adult que para mim estaria presente a cada 20 páginas, basicamente é pouco explorado. Vemos apenas amor entre a Kay e o Dom, sendo o sexo um brinde a mais.
A história é muito bem estruturada, eu ia lendo as páginas e me envolvendo com cada personagem, com cada história.

A autora soube dosar muito bem cada página do livro, não tornando a leitura cansativa em momento algum. Abordando temas como superação, depressão e relacionamento abusivo, aprendemos muito com cada página Só tenho uma ressalva em relação a obra e esta não posso expor, pois seria um grande spoiler. Mas se vocês tiverem a oportunidade de lê-lo talvez concordem comigo ou não. Esse único ponto que toco é marcante para mim por algo pessoal que já vivenciei.
A escrita é fluida e conseguimos sentir tudo, não tenho do que reclamar do desenvolvimento da obra que foi muito bem estudado. 

"Ela é minha Ruiva. Seus olhos são de um azul claro, mas bem profundos. Seus lábios são desenhados e eu acho que vocês vão reconhecê-la assim que colocarem o olho em cima dela"

Quanto a edição do livro não tenho muito a comentar, pois o livro só estar disponível em e-book, mas quando virar físico (eu sei que vai), irá ser lindo.   
Se você procura uma leitura envolvente essa é uma ótima pedida.

A Kayla e o Dom eram completamentes diferentes, mas decidiram fazer da oportunidade do destino a sua jogada perfeita. A felicidade parecia um túnel escuro que não teria uma oportunidade, mas a luz estava presente, bem lá no fundo. Um casal que aprendeu, cresceu, sofreu e amou. Um casal que se deixou levar e fez das tristezas um grande Touchdown para uma nova vida!  

Obrigada pela oportunidade Evilane! Foi um grande prazer ler sua obra e embarcar nesse jogo repleto de reviravoltas!

Redes Sociais da Autora:

Link para comprar o Livro:
Amazon    

"Deixe o tempo mostrar o quanto a jogada de vocês vai, não só, fazer um touchdown, mas também vencer o campeonato inteiro"


Beijinhos da Lice
        

40 Comentários

  1. Que resenha incrível Alice! Meu coração inchou de tanto amor, você entendeu tudo que quis passar com a história. E nós duas compartilhamos a fé de que o livro será lançado em físico hahaha ❤ Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico tão feliz com isso! Parabéns você por essa maravilha de livro e por me permitir ler sua obra *-*

      Excluir
  2. Aliceeeeeee, eu quero ler esse livro já!! Fiquei fascinada!! Acho que eu devoraria esse romance! Adorei a resenha, super me deixou curiosa!!

    BJs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Mi *-* Com toda certeza você devoraria igual a mim! haha

      Excluir
  3. Oie Alice =)

    Não conhecia o livro e nem a autora, mas pela sua resenha achei a premissa daquelas clichês que a gente adora. Pena que é o primeiro livro uma série =(
    Ando sentindo saudades de livros únicos.

    Beijos e um ótimo final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ari! É uma série, mas os livros são independentes, essa história acabou aqui. O próximo livro será sobre um dos personagens coadjuvantes!

      Excluir
  4. Oi, lice tudo bem?
    Estou com esse livro pra ler ainda e já pirei aqui com a sua resenha. Eu imagino que vou gostar muito da história mas agora, acho que vai bem mais além de gostar. Adorei as citações que você tirou do livro também. Da um gostinho a mais de quero ler. Espero ler em breve pra saber se vou gostar tanto quando você.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cami, teho certeza que você irá gostar, pois temos um gosto bem parecido haha
      Se jogue na história do Dom e da Kay. Bjs!

      Excluir
  5. Que resenha!!! Apesar de abordar temas bem sérios, o livro parece ser daqueles romances que você fica horas lendo tranquilamente. Dois personagens que passaram e passam por tanta coisa e no fim se unem pelo amor. Bjos ♥️

    Click Literário 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Você vai lendo e nem percebe que a leitura já acabou, é magnífico!

      Excluir
  6. Adorei o review, super completo, não conhecia o livro, mas despertaste-me a curiosidade de ler, querooo!! :)

    Já sigo o blog :)

    Style Days Blog

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um romance lindo! Gostei muito da resenha, ainda não conhecia o livro.
    🎄
    Beijos
    BlogCarolNM
    FanPage

    ResponderExcluir
  8. Que resenha incrível! adorei e fiquei curiosa sobre o livro
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
  9. Olá, Alice.
    O enredo é mais do mesmo. Tem clichês ai que não suporto. Por isso acho que não leria no momento. Mas por causa das suas impressões eu acho que daria uma chance para ele futuramente.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, também achava que seria mais de menos, mas os assuntos e traumas abordados me levaram para uma reflexão em relação ao livro!

      Excluir
  10. Amei sua resenha, achei seu blog á pouco tempo, mas achei uma fofura. Ganhou mais uma seguidora, se quiser da uma visitadinha no meu blog. <3

    blog: https://livrorenhaemuitomais.blogspot.com.br/

    Iasmyn, do insta @uma_leitora1 e facebook Uma leitora

    bNeijos, sucesso ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iasmyn,
      Obrigada por conhecer meu blog, já estou seguindo o seu também. Bjs!

      Excluir
  11. Oi Lice!
    Pelo jeito não são só os protagonistas que são bem desenvolvidos. Os coadjuvantes também rendem ótimos momentos.
    Mas confesso que torci o nariz sabendo que é uma série. A história não me parece pedir mais do que um livro.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente não pede! A história do Dom e da kay encerram nesse livro, os próximos da série serão sobre os outros personagens!

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Já quero ler esse livro, parece ser incrível. Parabéns pela resenha, Alice, você contou sobre o livro sem revelar demais.

    Venha conhecer meu blog: http://alertadespoil-er.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Alice

    Olha, por um lado eu gostei por trazer a questão da paraplegia e tudo mais, mas por outro desgostei por ter clichês em demasia. Menina linda que se acha feia, cara gostoso e pegador... tem milhares de livros assim por aí. Mas como mencionei, tem a paraplegia e deve ser interessante acompanhar essa questão. Não leria agora, mas não descarto uma leitura futuramente.

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami, o livro parece ser bem clichê mesmo, mas quando você compreende os traumas dos dois começa a adorar e se ver presa naquela história. Os personagens coadjuvantes também dão um show!

      Excluir
  15. Alicia você está de parabéns, que resenha maravilhosa achei o livro um pouco parecido com o como eu era antes de você, lógico que o final desse e bem melhor, quero super ler esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! O final é realmente bem melhor haha

      Excluir
  16. Oi, Alice!
    Menina, esse livro tem cara de ser drama puro hahhahaha Eu até curto, mas no momento estou fugindo de NAs assim. Na verdade, eu estou fugindo de NAs no geral. Eu li muito esse ano e meio que saturei um pouco do estilo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te compreendo Luiza, aconteceu o mesmo comigo. Alguns livros me destruíram, mas continuo lendo-os, gosto disso haha

      Excluir
  17. Oi Alice,
    Fiquei com vontade de ler, hein?
    Adorei a premissa. E gosto de NA, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Geeeente! Apaixonada pela história... que resenha linda!!!! Quero ler na primeira oportunidade! Parabéns pelo post!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Oii Lice!
    Estou com tantos livros para ler, principalmente agora que as compras da BF chegaram. Depois de ler essa resenha, vou ter que colocar mais um livro! Estou super empolgada para ler ele, anotei e vou tentar ler em Janeiro.
    Amei a resenha,beijos - Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
  20. Pude perceber pela resenha que o livro parece ser bastante instigante. Mais um pra lista.

    Bjs

    ResponderExcluir