Olá meus amores, tudo bem?

Hoje trago uma resenha de um livro bem filosófico que tem o intuito de fazer o leitor refletir sobre a sua vida e sobre o sistema no qual está inserido. Vamos lá?

O Mendigo e o Milionário
Autor: Benoît Saint Girons
Páginas: 149
Editora: Vozes
Nota: 💙💙💙💙
Onde Comprar: Vozes / Amazon / Submarino / Saraiva
*Livro cedido em parceria com a Editora Vozes

SINOPSE: Com um texto envolvente, esta história entrelaça as vidas de Samuel, um jovem cheio de aspirações, de Jean-Jacques, um homem rico que sempre teve todos os seus desejos atendidos e de um mendigo filósofo que encanta pela sua sabedoria. A trama nos mostra que todos nós estamos cercados de pessoas extraordinárias, mas geralmente estamos ocupados demais com o nosso próprio ego. Este conto também nos lembra que nossos atos para sobreviver à lei da selva têm nos levado a cometer grandes equívocos em nossa vida e com as pessoas à nossa volta.



"O Mendigo e o Milionário" é um livro que entreleçará a vida de Samuel, um jovem que acabou de perder os pais e Jean-Jacques, um milionário boa vida que nunca colocou os seus desejos em primeiro lugar.
"Você simplesmente vive na ilusão da velocidade e do êxito"
Samuel é um jovem na flor da idade que acabou de perder os pais e mudou-se para cidade com o propósito de arrumar um emprego e se estabelecer financeiramente. O jovem até o momento não conseguiu arrumar nada e passa seus dias em uma biblioteca pública, obtendo conhecimento. É nesta biblioteca que Samuel conhece Madame Persigyne, uma bibliotecária com uma cara muito agradável que lhe mostra um segredo, que segundo ela, lhe ajudará a alcançar tudo que deseja.

Do outro lado temos Jean-Jacques, um cara de meia idade, nem jovem, nem velho, que passou a sua vida fazendo as vontades de seus pais. Ainda na sua adolescência ele acabou engravidando uma jovem de família pobre, mas seus pais foram contra e trataram de afastar o jovem da menina. Jean-Jacques não fez questão de mudar esta atitude de seu pai, ele sempre foi "domado" de certa forma pelas pessoas. Depois da morte de seus pais, o negócio da família ficou a mercê de agentes financeiros, Jean-Jacques nunca teve vontade de tomar conta do seu império, não sabendo o que acontecia em suas empresas.
"A verdadeira lei natural de sobrevivência e crescimento não é estar por cima, mas com os outros"
A vida desses dois homens irá sendo moldada durante a leitura. Jean-Jacques acaba tendo um contato com um mendigo e este muda a sua vida. O mendigo é um tipo de filósofo que leva várias reflexões a Jean-Jacques. O mendigo desperta no homem o desejo por mudar as coisas a sua volta, o seu mundo particular. Ele faz Jean-Jacques olhar diferente para os necessitados, buscando despertar em si as coisas boas que andam adormecidas em ti. 
Será que Samuel e Jean-Jacques conseguirão mudar suas vidas e dar a volta por cima?
Tudo está conectado, desde a vida dos dois homens, até os seus traumas e sentimentos. Percebemos o crescimento, principalmente do Jean-Jacques, que no início soa como um personagem de certa forma grotesco, que está apenas preocupado com o seu bem-estar físico, não se importando pelas coisas que ocorrem a sua volta. No entanto, aos poucos, o crescimento do personagem é notável, ele consegue evoluir e acaba conquistando o leitor, mesmo com todas as suas dúvidas e dores.
O Samuel é o típico personagem forte, aquele bem determinado e que foi moldando sua vida aos poucos. Nós só teremos mais contato com o que aconteceu em sua trajetória ao final do livro. 
"Infelizmente, ler como todo mundo lê nunca produziu mais que mentes formatadas" 
O livro é uma bela crítica a sociedade na qual estamos inseridos. O sistema em qual vivemos não é perfeito, na verdade, é muito falho e o autor abordou isto de forma muita clara. 
As pessoas não conseguem mais olhar as outras com caridade, elas apenas se importam consigo mesmas, com as suas dores e problemas. Ajudar um mendigo na rua é uma ação quase impossível, as pessoas não enxergam o ser humano ali na rua, elas o veem, mas não o enxergam. Isto, é incrivelmente doloroso de se perceber.
Vamos ser sinceros, quantas vezes você já olhou torto para um mendigo ou morador de rua? Confesso, que já olhei várias vezes, esta ação é quase imperceptível e a leitura deste livro me fez sentir nojo de mim mesma! 

A sociedade está tão acomodada, que já não procura evitar uma doença, procura apenas se tratar depois que adquiriu tal doença. Por que não cuidamos antes de vir a ter? Por que não cuidamos do nosso bem-estar, seja ele interno ou externo? 
A crítica presente no livro é muito pesada, ela nos faz refletir a cada página e nos questionar o tal sistema que estamos inseridos. O mundo se perdeu nele mesmo, as pessoas se perderam na esperança de que a tecnologia pode curar tudo, mas isso não é real. É uma mera ilusão aceita pelos tolos.
"O sistema exige que o ser humano se comporte como um computador que não falharia nunca e trabalharia cada vez mais rápido. Não é de se estranhar que os vírus se multipliquem" 
Uma coisa que o autor abordou que achei muito interessante foi o fato de porque atualmente as crianças demorarem tanto para aprender a fazer suas necessidades fisiológicas sozinhas. Então, você já imagina a resposta? A resposta é simples, está nas fraldas descartáveis. Isso mesmo! Tais fraldas surgiram como uma forma de ajudar as mães, hoje em dia apenas retraem o desenvolvimento das crianças, que não se sentem desafiadas a fazer o xixi e o cocô no lugar correto, estamos sendo acomodados desde pequenos.

A edição da Editora Vozes está maravilhosa, encontrei apenas um errinho de digitação, coisa muito básica. A fonte e o tamanho das letras são excelentes. O papel é amarelado e essa capa nos remete a várias lusões, cada pessoa escolhe a que melhor se compara.   

"O Mendigo e o Milionário" é uma belo tapa na cara de todas as pessoas. Ele consegue mexer com o nosso emocional, ao mesmo tempo que vai contando uma história e mostrando como as mudanças ocorreram naquele lugar. O desfecho do livro é maravilhoso, o leitor consegue absorver tudo e de certa forma fica anseiando por mais, desejando mais. 
Uma leitura maravilhosa que me deixou muito feliz por tudo que começou a representar na minha vida. Não me arrependo em nada de ter escolhido esse livro para resenhar esse mês pela Editora Vozes. Se tiverem a oportunidade, leiam. É incrível!      
"Por que deveriam os pobres ser menos honestos do que os ricos? A virtude não se compra, que eu saiba!" 
Então é isso, espero que tenham gostado da resenha e que possam se aventurar nesta história em breve. Vocês irão se surpreender!


Beijinhos da Lice 
  

65 Comentários

  1. Oi, Lice!
    Sei que não é bem a mesma coisa, mas o enredo me lembrou um pouco o Vendedor de Sonhos.
    Um mendigo sábio e um milionário meio perdido na vida.
    Não é o meu tipo preferido de livro, confesso.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda nao conheço o Vendedor de sonhos, então não posso dizer se ambos os livros possuem ideias parecidas. Uma pena que você não curta, mas gosto não se discute!

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Parece ser uma ótima leitura, fiquei bem curiosa. Ah, e adorei sua resenha, parabéns! <3

    Beijos,
    Duas Livreiras / Sorteio literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lari, é uma leitura realmente muito boa. Fico feliz que tenha gostado! Bjs!

      Excluir
  3. Olá!
    Não conhecia este livro, mas a forma em que você comentou sobre ele me despertou a curiosidade. E as frases que você postou nos chamam muito a atenção.
    Parabéns pela belíssima resenha.

    ResponderExcluir
  4. A Premissa do livro parece ser bem interessante, mas infelizmente não é o tipo de livro que eu leria normalmente. De qualquer forma sua resenha fez com que eu desse uma chance a história e a lerei assim que tiver a oportunidade.

    Beijos da Nanáh!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nanáh, tudo bem?
      Fico extremamente realizada que minha resenha tenha feito você mudar de perspectiva. A leitura é fantástica, você não se arrependerá! Beijos!

      Excluir
  5. Olá

    Amei a sua resenha. A história parece ser bem interessante. Já li livros parecidos. 😚

    ResponderExcluir
  6. Alice, como sempre, gostei da resenha.

    Apesar do autor ser gringo, a história tem alguma semelhança como o livro "O Monge e o Executivo", de Augusto Cury? É um livro de autoajuda? Fiquei com essa dúvida. Fora isso, muito bom.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rio, tudo bem?
      Ainda não li o livro do Augusto que você citou, então não sei se segue a mesma linha. De certa forma é auto-ajuda, mas ao mesmo tempo uma ficção, ele tem um pé nos dois, mas diria que está mais para ficção que te ajuda a repensar algumas coisas!

      Excluir
  7. Sou fã de livros envolventes e culturais. Vou gostar desse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paloma,
      Se gosta de livros assim, com toda certeza irá gostar deste! É maravilhoso!

      Excluir
  8. Oi Lice, tudo bem? Acho essa história um clássico! Não li o livro, mas espero ter a oportunidade de poder ler esse ano!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi, tudo ótimo e contigo?
      Leia sim, ela é maravilhosa! Simplesmente fabulosa!

      Excluir
  9. Mais uma resenha maravilhosa de um autor que não conheço! Vou pesquisar mais sobre! Bjos

    ResponderExcluir
  10. Alice o livro proporciona uma leitura leve e uma reflexão, a história é bem interessante, o título chama a atenção, fiquei bastante curiosa. Realmente é uma pena que as pessoas não olham as outras com caridade, gostei bastante do livro é uma belíssima história bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucimar,
      Coloque belíssima nisto! O livro é banhado de lições do início ao fim, sendo impossível não se apaixonar! Beijos!

      Excluir
  11. Adorei a resenha e esse tipo de leitura me chama atenção. Mais uma vez, obrigada e até a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Que bom que esta leitura lhe chama a atenção. Beijos!

      Excluir
  12. Adorei a premissa do livro que nos faz refletir dentro de uma realidade atual e pelo jeito nos presentea com uma linda história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia,
      Nos faz refletir bastante mesmo e nos dando uma história muito linda, é maravilhoso!

      Excluir
  13. Já li e adorei! Achei um livro muito inspirador

    ResponderExcluir
  14. O livro parece ser muito bom pela sua resenha , parabéns pela resenha !

    ResponderExcluir
  15. Ainda não tinha ouvido falar nesse escritor. Parece ser uma boa leitura.
    Beeijoos.
    www.mayaradrumond.com

    ResponderExcluir
  16. Olá, Lice!
    Que livro interessante! A temática dele que aborda a sociedade, um bom livro para se refletir. Com a sua resenha detalhada, me deixou até com vontade de ler, embora não saiba bem se conseguirei (mesmo por eu ter gostado do enredo). Dica anotada para alguma oportunidade futura!

    Beijo, beijos
    relicariodehistoriasma.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Aline,
      Fico feliz que a resenha tenha despertado seu interesse. O livro é uma excelente leitura!

      Excluir
  17. oi
    Gostei muito da resenha :D
    Eu fiquei bem curiosa para ler a história,parece ser uma leitura rápida ;)
    bjo

    ResponderExcluir
  18. Muito boa sua resenha. Tive a sensação que gostaria da leitura, mesmo porque gostei muito do "O Monge e o Executivo" e pela resenha acredito que sejam "parecidos", livros de onde podemos tirar grandes aprendizados para a vida e nos fazem refletir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna,
      Vi várias pessoas aqui citando esse livro, ainda não tive a oportunidade de lê-lo, então não sei se ambos são parecidos. Mas é um livro de grande aprendizado, isto posso te garantir! Bjs!

      Excluir
  19. Gostei da resenha. Gosto muito dessa temática mais crítica e de personagens que podemos acompanhar o crescimento durante a narrativa, como você comentou, o caso de Jean-Jacques.
    Parece um livro muito interessante!
    Obrigada por trazer essa resenha <3

    Beijos,
    Mayelle | www.infinitosdetalhes.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada você por ler a resenha. Beijos Mayelle!

      Excluir
  20. Olá! Dica super anotada!
    Também nunca li O Monge e o Executivo, vou tentar dar uma chance para os dois (:
    beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá, Lice

    Não conhecia o livro, mas geralmente curto histórias que fazem críticas sociais, que fazem as pessoas acordarem e olharem ao redor.
    Não seria algo que eu leria agora, pois estou lotada de livros para ler, mas não descarto uma leitura no futuro!

    Beijos
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami,
      Também adoro este tipo de livro. Assim que tiver um tempo dê uma chance, não vai se arrepender. Beijos!

      Excluir
  22. amei a resenha e já quero esse livro para mim

    ResponderExcluir
  23. Olá, tudo bem??
    O livro foge muito das temáticas que curto ler, então não tenho essa pretensão, mas vale ressaltar pela sua descrição de que ele é bom para quem curte este tipo de leitura. Eu não costumo olhar torto para os mendigos, infelizmente eu os olho com pena e com o pensamento de que não posso fazer nada para ajudá-los são tantos. Mesmo que eu participe de algo comunitário não é o mesmo, claro que também não podemos deixar de fazer... a culpa pode ser das fraldas, mas entre aspas até porque o bebe até uma ano e meio não tem muito entendimento das coisas e mesmo que eles levam em consideração a nossa repetição, eles ainda não tem a mente para aprender, somente após os dois anos de idade, pelo menos foi o que eu vivenciei, minha filha saiu das fraldas com 2 anos e nunca fez xixi na cama, então acho que é meio relativo as coisas. Mas eu adorei saber a sua opinião. Estamos aqui para aprender diariamente, pois a vida é um constante aprendizado. Xero!!

    ResponderExcluir
  24. Tenho certeza que esse é um livro fantástico!!! É incrível como percebemos que "decepção " de seres humanos egoístas nós somos. Quantas vezes reclamamos do sistema e continuamos a fazer as mesmas coisas? Somos completamente acomodados e achei muito bacana o autor abordar isso de forma tão clara. Não sei se terei como lê-lo por agora, mas está super anotado pra um outro momento. Ótima resenha , parabéns!! Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito do enrredo, vendedor de sonhos, é um dos meus livros preferidos. E se lembrou ele com certeza é uma ótima leitura! vou procurar na minha cidade para comprar <3

    Alana zoz

    ResponderExcluir
  26. Gostei muito da indicação do livro e de sua excelente resenha como sempre!
    Não conhecia o livro e penso que seria uma ótima leitura sim.Sou muito encantada em livros que mexem com nosso emocional, nos fazem refletir sobre nossas ações e pela resenha este livro tem algo a deixar para nós!

    ResponderExcluir
  27. Olá, cheguei aqui por um a caso mais agora eu não quero mais deixar de te acompanhar...
    Te seguindo aqui no blog para conferir as tuas futuras postagens e te aguardo no meu bloguinho.
    www.belezapuracassiasantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. olá tudo bem? Que legal sua resenha me chamou atenção desde o titulo e depois pla sua empolgação em escrever sobre a leitura feito do mesmo. Super beijo

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bem?
    Adorei a sua resenha, achei o livro muito curioso e parece ser uma leitura bem reflexiva, um beijo.

    ResponderExcluir
  30. Praticamente um clássico! A história foi revisitada em filmes, seriados e até animações. É realmente uma crítica à sociedade, não importando o tempo/ano em que estamos, está sempre atual. A resenha foi bem detalhista, ficou ótima!

    ResponderExcluir
  31. Caramba, esse livro parece ser sensacional! Anotei aqui pra começar ainda essa semana! E parabéns, sua resenha está muito envolvente!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  32. Olá!

    Essa história já virou um clássico! Premissa forte, real e muito atual! Já tinha ouvido falar na trama, então já sei mais ou menos o que esperar: um verdadeiro tapa na minha cara!

    ResponderExcluir
  33. Adorei a sua resenha, bem feita e com certeza é sua sugestão eu vou querer ler, pois gosto desse estilo onde nos faz pensar

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  34. Não é bem o tipo de livro que gosto de ler mas adorei a resenha. parabens

    ResponderExcluir
  35. Oi Alice, tudo bem?
    Gosto muito de livros assim e fiquei curiosa com essa obra, principalmente, com relação à personalidade do Samuel. A trama parece ter sido muito bem construída e trabalhada. É bem verdade isso de que a sociedade não quer não ser doente, ela quer apenas uma cura e não se importa com o que isso vai gerar.
    Claro que anotei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  36. Olá !!! Ainda não conhecia esse livro, vou anotar a indicação.
    Ficou muito boa sua resenha, bem direta. Vale a pena conhecer.
    super bjooooo

    ResponderExcluir
  37. Eu não conhecia o livro e achei be interessante a pegada da história, tomara que a ideia do livro seja aberta pq é um tema que instiga vários tipos de discussões rsrs

    ResponderExcluir
  38. Oi! Sempre digo que a capa já diz muito sobre um livro ou que ela tem que chamar nossa atenção, isso é coisa minha rs, essa não me agradou, fiquei curiosa pelo desenrolar do Samuel, será que ele conseguiu? rs Bjs

    ResponderExcluir
  39. Oie Lice! Que resenha mais linda.
    Amei a temática do livro, e essa capa também.
    Hoje em dia é desse jeito mesmo né!? Eu confesso que também já olhei torto para mendingos, e quando paramos pra pensar é de sentir vergonha e nojo mesmo. Muito tristeo mundo em que vivemos.
    Parabéns pela resenha! Bjoss da Isa 💕

    ResponderExcluir
  40. Não conhecia esse livro, mas é o tipo de leitura que eu gosto: que nos faz refletir e, em geral, mudar nossa forma de ser, alcançando uma vida mais plena.

    Beijos,
    Kemmy -
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  41. Adorei a resenha. Parece ser mesmo um livro que coloca em xeque nossa sociedade atual. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  42. Oie amore,
    Não posso passar por aqui e elogiar o blog, que é um mimo.
    Em relação ao livro, parece se tratar de um livro bem interessante e com lições de vida.
    Já anotei a dica por aqui! Excelente resenha!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  43. Oi, tudo bem?
    Amei o enredo do livro, parece ser muito inspirador e me encheu de vontade de ler.
    A resenha ficou ótima, você soube abordar os pontos principais da trama e me interessar pela história.
    Bjs!

    ResponderExcluir