Olá leitores, tudo bem?

Continuando nossa semana com a "Trilogia Encantados", hoje temos a resenha do nosso segundo garoto, que foi nomeado de anjo, mas está mesmo para monstro, até seu nome é Monstro. Eu amei esse garoto, me surpreendi com a obra inteira e derramei muitas lágrimas ao final, como tudo que a Raiza escreve! 

O Garoto Que Tinha Asas
Autora: Raiza Varella
Páginas: 470
Nota: 💙💙💙💙💙 / Favoritado
Onde Comprar: Amazon / Submarino / Saraiva 


SINOPSE:
Depois do conto de fadas protagonizado por Bárbara e Ian em O Garoto dos Olhos Azuis chegou a hora de conhecermos a história de outro casal encantado. Augusto Bittencourt, vulgo Monstro, é um renomado médico, dono de uma carreira sólida e do hábito de dispensar uma mulher atrás da outra sem piedade. Nunca se apaixonou e não acredita que um dia irá encontrar uma mulher interessante o suficiente para mudar esse fato. Mas o destino parecia pensar diferente, em uma madrugada fria ele presencia um terrível acidente de carro e conhece a garota sem nome. Uma garota que há muito tempo não sabe o que é ter um lar, se sentir segura e não precisar fugir de ninguém até que, em meio aos destroços, ela vê alguém correr em sua direção, um garoto que ela poderia jurar ter asas. Embora Augusto esteja muito longe de se parecer com um anjo, ele acaba por salvar a sua vida. Pela primeira vez, o médico de pouco humor e muito caráter terá que enfrentar e ir contra todos os seus princípios para cumprir uma promessa que não deveria ter feito e de quebra, quem sabe, se apaixonar. Em O Garoto que tinha Asas vamos descobrir se o príncipe encantado realmente vem montado em um cavalo branco ou se sua cor é o que menos importa em meio a uma singela releitura de A Bela e a Fera.
Augusto ou Monstro, como é carinhosamente chamado pela sua família é um homem completamente diferente do nosso protagonista anterior, e é isto que o torna tão único e real. Ele é cardiologista e como tal, é responsável por reparar corações, mas sua especialidade mesmo sempre foi quebrar corações, centenas dele. Ele é um playboy mulherengo que sempre desejou apenas pegar mulheres, sem se importar com seus sentimentos. As únicas pessoas com que ele se preocupava era a sua família e com si próprio, até a "A garota sem nome" chegar na sua vida...

Em uma noite depois de voltar de uma palestra em São Paulo, rumo a Florianópolis, Augusto resolve parar para comer algo. Ao estacionar ele percebe um único carro no mesmo local. Ele ver uma mulher sair dele e olhar fixamente por sobre o vidro, nesse momento ele sente como se ela pudesse ler a sua alma, como se pudesse ver ele por dentro e isto era estranho.
Logo depois, a sucessão de fatos ocorre. Outro carro para, um homem vem até o carro da mulher, ela entra no carro e sai dirigindo loucamente. O homem a segue.
Augusto nunca tinha feito nada de bondoso na sua vida e naquele momento, ele o faz. Ele resolve ir atrás, pois acha que a mulher corre perigo. Então é aí que sua vida muda por completo.
"Essa é uma história sobre medo, sofrimento e certo babaca que teve que engolir todos os seus preconceitos por um sentimento tão bonito e tão desconhecido para ele, é uma história sobre amor"
Ele ver de perto o homem tentar bater várias vezes no carro da mulher, até qu eo pior acontece, ela perde o controle e bate em uma árvore. O homem foge e Augusto parte para socorrê-la. Ao chegar ao local ele não pode deixar de conferir o quanto ela é linda, e ela sibila algumas palavras sem sentindo o chamando de "o garoto com asas", seu anjo. As últimas palavras que ela consegue sibilar é para ele cuidar da sua vida, da vida que está no banco de trás. Então ela o faz prometer que não deixará o menino com a polícia, que ele mesmo vai cuidar da criança, que corre perigo.

Então, Augusto toma uma atitude que ainda o pertubará muito. Decide levar a criança para a sua casa.
Agora, Augusto mora em uma casa ao lado da de Bárbara, Ian e Valentina (filha deles). Mas, praticamente moram junto, já que Gustavo, o irmão do meio de Augusto e Bárbara decidiu abrir uma porta entre as duas casas, já que adora a piscina da casa da irmã.
Bárbara está grávida do seu segundo filho, um meninho que lhe deixa com os nervos a flor da pele e com vontade de comer todos os potes de sorvete de café do Ian.
"Ele tinha asas grandes o suficiente para me esconderem, para salvarem a minha vida e isso bastou para que eu ao menos conseguisse respirar novamente"
Augusto está desesperado pela atitude que tomou, e precisa do apoio de seus irmãos. Em um primeiro momento ele tenta jogar a responsabilidade de cuidar da criança para Babi, mas aos poucos vai criando uma relação que não consegue explicar com o pequeno menino, o Nicholas. O menino vive acuado desde que chegou e não sibila uma palavra. Mas, aos poucos suas amarras vão sendo vencidas, assim como a do Monstro.
Enquanto isso "a garota sem nome" continua no hospital em coma, depois de passar por uma cirurgia grave.

Quando ela acorda pergunta logo pelo "garoto com asas", ela precisa saber desesperadamente se ele cumpriu a sua promessa e se cuidou da sua vida. Ao encontrar Augusto, ela recebe algumas alfinetaadas e percebe o homem ácido que ele é. Ela tem muitos segredos, segredos que não podem ser revelados e isto pode afetar agora não somente ela, mas a família de Augusto também...
Será que dessa história pode sair algo? O que o destino reserva para esses dois? Um Monstro pode ser capaz de amar?
"A grande verdade é que se pode tirar a menina de dentro do inferno, mas nunca o inferno de dentro da menina"
A história gira em torno de muito suspense e isto nos dar algo totalmente diferente, pois é um suspense para saber quem Anna realmente é, e quais são os segredos do seu passado. Em meio a isso temos cenas de abrir o bocão, seja de risos ou de lágrimas.
Aqui temos duas pessoas diferentes. Um homem que nunca acreditou que poderia amar um dia e uma mulher que já sofreu demais na vida e vive fugindo.
"A garota escolheu o anjo errado para cuidar da sua vida, ela escolheu o anjo sem asas e sem compaixão"
O nosso Monstro tem um humor totalmente ácido, é azedo até a tampa. Já a Anna é uma garota que transparece medo, pois ela vive dele e é dele que busca forças para sobreviver um dia após o outro. A única coisa que desmancha essa mulher de ferro é o pequeno Nick. Ela nunca amou e nunca se achou digna de amar ou sequer ser feliz e depois do acidente onde ganhou uma cicatriz que cobre todo o seu rosto, ela tem a plena certeza que nunca será feliz. Mas a vida é um conto de fadas até para quem não quer vivê-lo.

Os personagens aqui estão muito bem construídos e podemos encontrar os nossos amados conhecidos novamente. Ainda temos uma Bárbara louquinha, mas que faria qualquer coisa para ver um dos seus irmãos felizes. Ainda temos um Ian completamente apaixonado por sua mulher. Ainda temos uma Barbie Malibu que está vivendo o seu romance. Ainda temos um Bernardo desconfiado de tudo. Ainda temos uma avó que acredita em "Encantados". E ainda temos Gustavo, um mala que está sendo um pouco muito burro.
"Não importa quanto as intenções são boas, relacionamentos sempre acabam da mesma forma, alguém comete um deslize, alguém se fere, alguém é odiado. Sempre termina em ressentimento. Por que procurá-lo, então? Por que se entregar a ele?"
É impossível não se encantar com essa história. É impossível não derramar lágrimas. É impossível parar de ler até chegar a última página. Você se sente atraído por cada palavra, você se sente dominado pelos acontecimentos. Você se coloca no lugar daqueles personagens, no ceio daquela família louquinha e repleta de amor.
O livro tem um fio de "A Bela e a Fera", até porque temos o nosso próprio Monstro. Um Monstro que está descobrindo coisas únicas em sua vida. Um Monstro que está sentido de perto o quanto magoar pessoas que amamos pode nos machucar até mais. Um Monstro que está usando pela primeira vez palavras como "por favor", "obrigado" e "me desculpe". Um Monstro que está lidando com sentimentos. Um Monstro que precisa deixar de lado seus preconceitos. Um Monstro que precisa confiar em alguém. Um Monstro que no fundo quer ser o príncipe de alguém, só não sabe como fazer isto.

A Raiza me surpreendeu aqui com a sua narrativa. Pois diferentes dos demais livros que li dela, este tem uma carga pesada, este tem um segredo que desperta curiosidade. Foi maravilhoso ver como a autora construiu o suspense e ela o soube fazer com maestria, pois em momento algum consegui enxergar o passo adiante. É esta pitada de suspense que dar o diferencial a obra, é esta pitada que encanta o leitor.
O livro tem capítulos intercalados entre narrações da Anna, do Augusto, da Bárbara, do Ian e isto é outra coisa que adoro nos livros da Raiza!
"O amor dá paciência, cara. Ele te dá tudo que você precisa pra ser o que a outra pessoa necessita"
Nós, mulheres, temos mania de querer transformar um sapo em príncipe. Aqui descobri que é mais fácil transformar um monstro. Um monstro no fundo sempre será um príncipe, ele apenas não sabe como colocar para fora seus sentimentos.
Este livro transpira amor, brilha amor, transforma o amor. Eu só conseguia ler e querer ardentemente o Monstro para mim, para a minha vida. Esse Monstro virou um dos meus personagens preferidos na história!
"Ele não é um príncipe que vem montado em um cavalo branco para resgatar a mocinha, ele é - Ela não precisa se preocupar comigo e muito menos em terminar sua frase, eu já entendi que ele é intocável. Monstros não amam, certo?"
Nem todo príncipe precisa ter a feição ou modo de príncipe, ele pode ter apenas o coração de um, que já será um príncipe. Lidar com sentimentos não é algo fácil, é pertubador, é doloroso, principalmente para alguém que nunca precisou lidar com eles. Viver com medo é desafiador, é tenso, é sofrido, pois você tem que medir muito bem seus passos, tem que saber onde pisar. Confiar em alguém é uma tarefa que requer coragem, pois a partir do momento em que você confia, sua parede é quebrada e aquela pessoa começa a fazer parte da sua vida.
"O garoto com asas" e "A garota sem nome" tinham tudo para não darem certo e o destino já apontava pra isso, mas não era isso que seus corações diziam. Eles deixaram-se levar pelo sentimento e cada dia aprederam a conviver com suas próprias dúvidas e confusões. Uma marca, só te marca quando é cravada no coração.
"Foi exatamente assim que percebi que estava mesmo fodido. Porque eu senti que ali, dentro daquele abraço carente e angustiante, era a porra do meu lugar"
Leiam, Leiam e Leiam esse livro! O mundo precisa conhecer essa história, esse casal, esses personagens. E não esqueçam que amanhã sai resenha do novo lançamento da Raiza "O Garoto que Eu Abandoei" e garanto, que esse encantado é tão maravilhoso como os demais!

Beijos da Lice, Uma Garota em Busca dos seu próprio Conto de Fadas... 

34 Comentários

  1. Oie
    Pela sua empolgação o livro deve ser bom mesmo, fiquei interessada na história.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é maravilhosoooo! Não tem outra definição para ele *-*

      Excluir
  2. Não conhecia o livro nem a série, não é o tipo de leitura que estou acostumado. Não sei se eu conseguiria simpatizar com um personagem tão azedo como esse Augusto. Passo a dica ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Joe,
      Ele só é aparentemente azedo, mas tem um coração de ouro que vale por um milhão. Se decidir arriscar no gênero, não vai se arrepender!
      Beijos!

      Excluir
  3. Eu me apaixonei na sua resenha!
    Quando li "o garoto dos olhos azuis" eu me apaixonei pela escrita da Raiza. Tenho esse e-book, mas ainda não li e a sua resenha só me despertou ainda mais interesse.

    Beijos,
    * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher, por quê ainda não leu? Você está perdendo tempo em não se apaixonar por esse garoto fabuloso! Você precisa ler urgentemente <3

      Excluir
  4. Olá, tudo bem?
    Li o primeiro dessa série esse ano, e me apaixonei perdidamente pela escrita da Raiza!
    Estou com esse na estante e só esperando um tempo livro para engatar a leitura.
    Amei a sua resenha!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ray,
      Leia logo, você não vai se arrepender. Se você se apaixonou pela escrita da autora com o primeiro livro, depois desse você vai amar ainda mais. É fabuloso!
      Bjs!

      Excluir
  5. Oi Alice!! Fazer um sapo virar príncipe é mais difícil do que a gente imagina hehehehe eu não conheço a autora e não comecei a ler a série ainda, mas que bom que vc curtiu! Bom saber das lágrimas porque a gente já separa os lencinhos hehehehhe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mii, esse livro é fabuloso! O Monstro é um personagem que encanta e tem só um pouquinho de sapo. As lágrimas são o banho final de emoção, vale super a pena a série inteira! bjs!

      Excluir
  6. Olá!

    Releituras podem ser bacanas.
    Confesso que sou apaixonada por "A Bela e a Fera", portanto, releituras do tipo costumam me chamar a atenção, e a sua resenha me deixou curiosa, com vontade de descobrir os segredos da mocinha. Dica anotada!

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana,
      Os segredos da mocinha são tão perturbadores que você não consegue parar de ler até chegar ao final! Bjs!

      Excluir
  7. Uau, preciso anotar esse livro na wishlist!!
    Essa premissa me pareceu bem original e singular, o que me chamou bastante a atenção. Sua resenha bem positivo me deixou ainda mais curiosa.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que despertou a sua curiosidade. O livro é simplesmente fabuloso. Vale muito a pena ser lido *-*

      Excluir
  8. Oie amore,
    OMGGG que livro mais lindo... desde a capa, o título e essa história que parece ser muito boa.
    Adorei sua resenha... já quero ler essa belezinha!
    Antes mesmo de começar a ler... já fiquei instigada a ler do começo ao fim sem parar - só pela sua resenha!
    Anotei a dica por aqui!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, espero que você leia em breve, pois é o típico livro que merece ser lidos por todos! Bjs!

      Excluir
  9. Oi Lice, tudo bem?
    Nossa como eu adoro ler suas resenhas! São sempre muito empolgadas! Eu já tinha ouvido falar dos livros da Raiza e sempre tive muita curiosidade sobre a escolha dessas capas e agora acho que eu as entendo. Gostei muito do enredo e dos pontos que você abordou da história, com certeza seria uma obra que eu adoraria ler!

    beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cami,
      Acho que as obras da autora fazem muito o seu estilo, voltado para o romantismo. Creio que você adoraria ler os livros! Fico feliz que tenha gostado da resenha! Bjs!

      Excluir
  10. Eu estou muito curioso para conhecer a escrita da Raiza, pois ouço muitos elogios sobre as suas obras. De fato existem pessoas que tem grandes dificuldades de demostrar sentimentos, e acredito que o nosso "Monstro"' irá se libertar/transformar no fim (assim espero). Só uma coisinha, acredito que para o monstro ou sapo (rsrsr) se transforme em príncipe , ele tem que querer pois não adianta encontrar o amor e não se render por completo, e não querer se abrir. Amei sua resenha e fiquei ainda mais ansioso para ler algo da Raiza. Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As obras da Raiza são simplesmente fantásticas, é difícil não gostar do que ela escreve, pois ela escreve com o coração e o leitor consegue identificar isso de forma clara e simples. Espero que possa ler algo dela em breve! Bjs!

      Excluir
  11. Adorei a premissa, adorei sua resenha.
    Não conhecia autora e obra e amo suspense e mistério, já anotei e espero que o suspense em volta da Anna valha mesmo a pena no final.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcia,
      O suspense da Anna vale muito a pena no final e fica melhor ainda com alguns furos que são abordados no terceiro livro, ou seja, é sensacional. Leia e irá gostar! Bjs!

      Excluir
  12. Oieee, não conhecia a obra. Mas a sua resenha e amei, ja quero conhecer e amo o gênero. Vou buscar para realizar a leitura em breve. Sucesso e boas leituras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju,
      Espero que possa ler em breve e se apaixonar assim como eu <3 Bjs!

      Excluir
  13. Uaau, esse parece melhor que o primeiro, agora sim, super me interessei kkkk
    a literatura brasileira é tão maravilhosa né?! hehehe <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza esse é melhor que o primeiro, mas sou suspeita, porque amei o Monstro *-*

      Excluir
  14. Olá! Linda sua resenha, parabéns! Tenho os 3 livros da Raíza, em breve vou começar a ler. Sempre vejo resenhas positivas sobre suas obras, deu para perceber que uma história emocionante, sou chorona, então já vou preparando os lencinhos,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode preparando os lencinhos Su, pois a Raiza tem o dom de nos fazer chorar haha

      Excluir
  15. Olá!

    Ja li esse livro e gostei bastante. Ainda não li o terceiro, mas acho que será tão bom quanto os outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O terceiro fecha com chave de ourooooo, é simplesmente delicioso! M A R A V I L H O S O!!!

      Excluir
  16. Olá Alice,
    Ainda não li nada dessa autora, mas sinto que estou perdendo muita coisa. Aliás, preciso mudar isso asap.
    Adorei conhecer suas impressões sobre esse segundo volume e fiquei contente com esse fio de A Bela e a Fera. Acho que essa história mostra que existem monstros dentro de nós, mas que podemos nos livrar deles por amor.
    Vou mega anotar essa dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna, só digo uma coisa: Vá conhecê-la, a mulher é simplesmente divosa! Não é a toa que terá livro dela lançado pela Verus *-*

      Excluir
  17. Esse livro está na minha lista, tenho um deles mas não sei qual, ainda não tive prazo para fazer a leitura o que é uma pena pois, todas as resenhas super elogiam a obra.
    Já quero ler =(
    Beijuh

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o quanto antes moça, arrume um tempinho. É o tipo de leitura que você não se arrepende <3

      Excluir